A Neuralink Corp., startup de tecnologia cerebral de Elon Musk, transmitiu ao vivo uma atualização com seu primeiro paciente de implante cerebral, Noland Arbaugh, um homem tetraplégico de 29 anos que sofreu uma lesão na medula espinhal em um acidente de mergulho há 8 anos.

A demonstração, transmitida na plataforma X de Musk, mostrou Arbaugh jogando videogames como Civilization VI e xadrez on-line usando apenas sua mente.

O implante da Neuralink, que contém mais eletrodos do que outros dispositivos semelhantes, permite que os pacientes controlem computadores com seus pensamentos. A empresa pretende trabalhar inicialmente com pacientes que tenham limitações físicas graves, como comprometimento da medula espinhal cervical ou tetraplegia.

Arbaugh, que recebeu alta do hospital apenas um dia depois de receber o implante Neuralink em janeiro, expressou como a tecnologia “já mudou [sua] vida”, apesar de reconhecer que são necessários mais refinamentos. A cirurgia foi descrita como “super fácil” por Arbaugh.

Embora a Neuralink não seja a única a desenvolver dispositivos de interface cérebro-computador, com demonstrações feitas por outros grupos, como o consórcio BrainGate, o maior número de eletrodos do dispositivo sugere potencial para mais aplicações no futuro.

Musk também sugeriu a possibilidade de restaurar a visão, referindo-se ao “Blindsight” como o próximo produto após o atual implante “Telepathy” para pacientes paralisados.