Em resposta ao fato de o Texas estar impondo uma lei de verificação de idade para sites de conteúdo adulto, o Pornhub, sob sua empresa controladora Aylo (antiga MindGeek), restringiu o acesso dos residentes do Texas, criticando as possíveis implicações da lei sobre a privacidade.

Essa medida ocorre no momento em que uma legislação semelhante entra em vigor em estados como Louisiana, Mississippi e Utah, entre outros.

O Pornhub argumenta que as medidas de verificação de idade representam um risco para a segurança dos dados do usuário, optando por fechar o acesso nos estados afetados em vez de comprometer a privacidade do usuário.

A decisão reflete a mudança de estratégia do Pornhub, que deixou de cumprir inicialmente essas leis na Louisiana para priorizar as preocupações com a privacidade dos dados.

O debate sobre a regulamentação das plataformas on-line continua no Congresso, com implicações para o acesso e a privacidade dos usuários em todo o setor de tecnologia.