– A Pago Confiado, com sede em Guanajuato, junta-se a um grupo de 76 empresas já autorizadas nos termos da Lei de Regulamentação de Instituições de Tecnologia Financeira, também conhecida como Lei Fintech.

– A Pago Confiado faz parte do conglomerado Fiado, que oferece serviços financeiros para migrantes mexicanos nos Estados Unidos e suas famílias no México.

O Pago Confiado se junta a um universo de 76 empresas já autorizadas nos termos da Lei de Regulamentação de Instituições de Tecnologia Financeira, também conhecida como Lei Fintech. A carta oficial afirma que “os membros do Comitê Interinstitucional, de acordo com os artigos 11 e 35 da Lei para Regulamentar Instituições de Tecnologia Financeira, concordaram unanimemente em conceder autorização para a organização e operação de uma Instituição de Fundos de Pagamento Eletrônico a ser denominada Pago Confiado”

A Pago Confiado, registrada no Registro Público de Comércio desde setembro de 2022, tem Deirdre García Cienfuegos e a empresa Fiado como seus principais acionistas. A Fiado faz parte de um conglomerado homônimo que oferece serviços financeiros a migrantes mexicanos nos Estados Unidos e suas famílias no México.

Além disso, a Instituição de Financiamento Coletivo (IFC) Lendera está agora listada no Catálogo do Sistema Financeiro, embora sua carta oficial ainda não tenha sido publicada no DOF. O status da Lendera no catálogo é autorizado, o que significa que ela ainda não iniciou suas operações. Atualmente, há 54 instituições em operação.

Se a autorização da Lendera for publicada nos próximos dias, o universo regulado aumentará para 77 Instituições de Tecnologia Financeira, com 52 IFPEs e 24 IFCs. O tempo médio para o processo regulatório, desde a solicitação até a publicação da carta oficial no DOF, é de 796 dias.